RUSSIA PASSA LEI ANTI-ABORTO E CONSIDERA ACABAR COM O ABORTO NO PAÍS

No mês passado, o presidente russo, Vladimir Putin assinou uma lei que proíbe fazer publicidade pro-aborto e alguns membros da Duma (Assembléia Legislativa Russa), estão falando em ir ainda mais longe e proibir o procedimento de aborto em si.
Esta é uma virada surpreendente sobre em um país que tem sido conhecido por sua alta taxa de aborto. A mulher Russia na média tem pelo menos sete abortos durante sua vida. Mesmo  um jornal esquerdista como o The New York Times, chegou a reconhecer que a alta taxa de aborto da Rússia estava prejudicando a saúde e a fertilidade das mulheres russas . Como o jornal observou em um editorial de 2003 " O governo russo está a tentar diminuir a taxa de aborto para salvar a nação e sua cultura, pois sem a geração de filhos, ou se a taxa de natalidade é muito baixa a cultura de uma nação, isto é, lingua, costumes, literature, crenças, música se perdem em favor da migração da cultura Islamica trazida por imigrantes. Vale lembras que os da fé Islamica mantém a suas txa de natalidade altíssima.

O aborto foi forçado sobre o povo russo pelos bolcheviques ( o partido comunista Russo sob Lenin ), que após a chegada ao poder , em 1920, legalizou o aborto até após o nascimento , sem quaisquer restrições seu objetivo era destruir a família tradicional e com ela a cultura judaico-cristã que construiu a civilização occidental. A Rússia foi o primeiro país no mundo a declarar guerra ao bêbes no ventre também quando investiu em propaganda, disfarçada de campanha pel libertação da mulher, através de financiamento de jornalistas e professsores universitários iniciou o Gramcisanismo do ocidente. O plano era para que as nações do mundo se auto-destruíssem pela luta de classes, (patrão x empregados, pobre x rico, ambientalista x produtor rural, mulher x homem, branco x negro x indio, pesquisadores x defensores de animais, pais x filhos, etc)  e que a Russia permanecesse de pé para realizer seu domínio global. O plano que ainda se desenvolve em todos os países do mundo toma entre três e quarto gerações para ter efeito.  A baderna e a luta que vemos hoje no Brasil é fruto do Gramscianismo.

O grande problema que enfrenta a Russia pos-comunista é permanecer  de pé como nação a espera que as outras nações caiam. A resistência cristã tem retardado temporariamente a queda do ocidente e a Russia teme se auto destruir antes do restante das nações ocidentais.

Conhecedor do Gramscianismo, Putim, ex-KGB, quer reverter e prevenir o processo de auto-destruição da Russia e sabe que uma civilização precisa de valores para ser estabelecida. O fatos demonstrados pelo governo Russo como criação de leis proibindo passeatas gays, as declarações de Putim convidando os Cristãos perseguidos na Europa Oriental a se refugiar na Russia, e agora uma campanha para prevenir o aborto e incentivar as mulheres a gerarem seus filhos. Em 2011 altos dirigentes Russos já argumentavam sobre a necessidade de proteger a vida. Não muito tempo depois disso, foi aprovada uma lei que proíbe o aborto de bebês em gestação com mais de 12 semanas e que determina um período de espera de 2-7 dias para aqueles que querem um aborto e exige que qualquer publicidade de serviços de aborto fossem incluídos um aviso de que "o aborto é perigoso para a saúde da mulher" Agora, é claro , a publicidade pro-aborto de qualquer espécie foi proibido .

Entre as novas leis pro-vida, o governo Russo hoje, por exemplo, paga um bônus de US $ 13.000  por bebê aos pais de cada recém-nascido. De acordo com o especialista em demografia o Russo Igor Beloborodov,  este bônus generoso tem apenas convencido de cerca de 8 por cento dos casais em idade reprodutiva a considerar ter outro filho.

Enquando o governos socialistas/comunistas estão retornando de seus erros, como a China e Austria que tem revisto suas leis de aborto e no caso da Austria totalmente criminalizado o Aborto. O restante do ocidente, principalmente os EUA e a America Latina tem priorizado as políticas contra a familia, a saber, o gayzismo e leis abortistas. No Brasil os agentes Gramscistas infiltrados na igreja cristã.

Os países Islamicos,  agradecidosa, esperam juntamente com a China e a Russia  a auto destruição do ocidente. Quem não crê no que digo, observe o que acontece nas ruas do Brasil hoje.

Wesley Moreira



Fonte: LifeNews