ATEU PROCESSA RESTAURANTE POR CAUSA DE PROMOÇÃO PARA CLIENTES CRISTÃOS


Um ateu esquentou a briga do politicamente correto contra os cristãos por causa de uma promoção de um restaurante da Pensilvânia que dá discontos á pessoas que frequentam igrejas.


John Wolff, de 80 anos, entrou com uma queixa na justiça contra Prudhomme's Lost Cajun Kitchen, restaurante localizado em Columbia, Pensilvânia. 

O idoso ateu está chateado porque o restaurante oferece um desconto de 10% a qualquer cliente que trouxer um boletim de programação de domingo de qualquer igreja. Tradicionalmente as igrejas nos EUA produzem boletins com noticias da semana, programações e até mesmo com o sermão que irá ser pregado naquele mesmo domingo. 

Wolff acusa o restaurente de discriminação contra os ateus, alegando que ele não vai a igreja alguma. "Isso me irrita, porque o restaurante está recompensando crentes, e eu não sou um. Essa promoção diz que eu não sou tão bom quanto um crente. Isso não é verdade, isso é discriminação", disse ele. 

Um dos sócios do restaurante, Sharon Prudhomme, afirmou que é simplesmente uma promoção para trazer mais pessoas ao restaurante e não existe nenhuma politica descriminatória por trás da promoção. 

"Entre em qualquer igreja e pegue um boletim, você não tem que ficar na igreja. Traga o boletim e você terá um desconto de 10% em um jantar agradável. Dessa forma, todo mundo está coberto pela promoção", disse Sharon Prudhomme. 

"Eu moro nos Estados Unidos", continuou ela. "Eu sou uma cidadã, trabalho duro, estamos aqui os sete dias da semana. Eu vou fazer a propaganda que eu achar melhor para o meu restaurante." 

O restaurante também tem recebido cartas da Freedom from Religion Foundation, maior ONG ateista do mundo, exigindo que o restaurante pare com a promoção. 

A tática usado pelas organizações ateistas é, "intimidar para desanimar". Através de uma chuva de processos em cortes, mesmo com a probabilidades mínimas legais de vitória juntamente com envio de milhares de cartas e protestos de militantes, criam um "stress" sobre, nesse caso, os donos do restaurante não estão preparados para lidar, ou não querem lidar.

Pessoas preferem escolher as lutas que querem lutar, gastar dinheiro em cortes para se defender de acusações infantis, comparecer em cortes em dias de trabalho e lidar com protestos de fanáticos não é o que pessoas de bem na sociedade planejam para o seu dia a dia. No final, creio eu, os donos do restaurantes cansados com as demandas, retirarão a promoção para voltar ao tranquilo cotidiano de suas vidas. 

A Freedom from Religion Foundation possui muito dinheiro, funcionários e assistência jurídica treinados para 'intimidar para desanimar' diretores de escolas, donos de negocios e politicos afim de impor um laicismo social nos EUA. 

Os donos do restaurante não são crentes, mas sabem que a familia tradicional é melhor parcela da sociedade para se ter como cliente pois gasta mais e tem mais credito na propaganda boca a boca que qualquer outro grupo social. Portanto a promoção dos boletins de igreja é uma boa estratégia de markenting para restaurantes que não podem estar anunciando na TV, rádio ou Outdoors. 

Clique aqui para a pagina do facebook do restaurente é Prudhomme's Lost Cajun Kitchen

Wesley Moreira 

Fonte: CBN News